Mais um levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) aponta que o número de inadimplentes no estado de Pernambuco cresceu 10,98% em junho de 2023, em relação a junho de 2022. O dado ficou acima da média da região Nordeste (6,93%) e acima da média nacional (7,64%).

Em comparação ao mês passado, em maio, o número de devedores caiu -0,32%. Na região Nordeste, na mesma base de comparação, a variação foi de -1,23%.

A abertura por faixa etária do devedor mostra que o número de devedores com participação mais expressiva em Pernambuco em junho foi o da faixa de 30 a 39 anos (23,15%). A participação dos devedores por sexo segue bem distribuída, sendo 53,22% mulheres e 46,78% homens.

Em junho de 2023, cada consumidor negativado do estado devia, em média, R$ 3.523,49 na soma de todas as dívidas. Os dados ainda mostram que 34,58% dos consumidores do estado tinham dívidas no valor de até R$ 500, percentual que chega a 48,44% quando se fala de dívidas de até R$ 1.000. O tempo médio de atraso dos devedores negativados de Pernambuco é igual a 27,0 meses, sendo que 39,31% dos devedores possuem tempo de inadimplência entre 1 a 3 anos.

Fonte: SPC Brasil e Sistema CNDL

#

No responses yet

Deixe um comentário

Or

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *