Fotos: divulgação/CNDL

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) ganhou reforço na composição de sua diretoria com a nomeação de duas novas lideranças. Os presidentes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marcelo Souza Silva, e da CDL Manaus, Ralph Assayag, foram empossados como diretores especiais da CNDL, no último dia 14 de julho. Os nomes dos dois dirigentes, cujo mandato vai até 2025, foram apresentados à diretoria e aprovados por unanimidade.

“Não dá mais para imaginar o setor de Comércio e Serviços sem a representação institucional do Sistema CNDL”, comenta Marcelo Souza Silva.

O presidente da CNDL, José César da Costa, disse que com Marcelo e Ralph, a diretoria da CNDL segue a tradição de ser composta por nomes qualificados que fortalecem o Sistema e o varejo brasileiro.

“A diretoria da CNDL só ganhou com a entrada dos novos diretores. São homens preparados e comprometidos com setor de Comércio e Serviços e que têm um grande histórico de serviços prestados ao nosso Sistema CNDL”, ressalta José César da Costa. “Com o Marcelo e o Ralph, ganha a diretoria e ganha todo o movimento lojista”, comemorou.

O diretor especial Marcelo Souza Silva, com mais de 30 anos no movimento cedelista, destacou a importância de ocupar um cargo de uma entidade com o peso institucional da CNDL. “Não dá mais para imaginar o setor de Comércio e Serviços sem a representação institucional do Sistema CNDL”, disse.

“Sem dúvida alguma, somos uma entidade reconhecida não somente em nosso segmento, mas em todas as áreas do setor produtivo deste país. Nosso trabalho tem reflexos diretos na geração de emprego e renda em todo o Brasil e isso aumenta a nossa responsabilidade”, diz Marcelo Souza.

Novos desafios e rumos
Além da posse dos novos diretores especiais, a diretoria da CNDL conduziu ao cargo de primeiro vice-presidente da CNDL o presidente da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas de Pernambuco (FCDL-PE), Eduardo Melo Catão. Antes, Catão ocupava o cargo de vice-presidente da CNDL.

“O nosso objetivo é construir novas ações para o nosso movimento nacionalmente, em parceria com o presidente José César da Costa e toda a diretoria, para fortalecer o nosso varejo brasileiro”, afirma Eduardo Catão, que faz parte do Sistema CNDL desde 1977.

Já o presidente da FCDL de Minas Gerais (MG), Frank Sinatra, que antes era diretor especial, passa a ocupar o cargo de vice-presidente da CNDL. O vice-presidente também falou com a equipe da Varejo S.A., sobre o fortalecimento do Sistema CNDL e do comprometimento com a melhoria do ambiente de negócios.

“Queremos torná-lo mais ágil, menos burocrático e mais coeso. Propor novas pautas e batalhar para que outras saiam do papel, como a Reforma Tributária e as melhorias nas relações trabalhistas”, diz Frank Sinatra, que está há quase 40 anos no movimento lojista.

Segundo o vice-presidente e presidente da FCDL-MG, a aprovação e a promulgação destas propostas só são possíveis de serem alcançadas por meio do associativismo, e da união das 27 unidades federativas que possuem uma representação do Sistema CNDL.

“Este é o caminho para que todos os estados possam estar em sintonia, diminuindo as diferenças em cada região e tornando o país mais competitivo, em franco crescimento e desenvolvimento social e econômico”, destaca Frank Sinatra.

José César da Costa ressalta ainda que o momento foi o ideal para reforçar a diretoria e lembra do período eleitoral e dos desafios que estão por vir. “Esse reforço chega em boa hora, quando estamos prestes a lançar o nosso “Manifesto do Varejo”, documento que lista nossas pautas prioritárias para os candidatos desta eleição”, observa. “Sabemos que um novo ciclo vai começar e que nosso Sistema vai precisar estar unido e coeso seja lá qual for o resultado das eleições estaduais e presidenciais”.

Edição: Humberto Viana

#

No responses yet

Deixe uma resposta

Or

O seu endereço de email não será publicado.