Segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo, no fim de março deve haver ‘espectro melhor de observação’.

A reavaliação sobre a retirada ou não das máscaras durante a pandemia de Covid-19 só acontece a partir do fim de março, segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo. Para o gestor, a discussão ainda é precoce, já que Pernambuco passa por um período de natural sazonalidade das doenças respiratórias em geral.

A informação foi divulgada em coletiva de imprensa nesta terça-feira (15), no Recife, em que foram anunciadas flexibilizações das medidas restritivas. Uma delas foi aumento para 10 mil pessoas ou 70% do público em qualquer evento, bem como limite de 50% de pessoas em estádios de futebol.

“Não parece razoável, nesse momento, a retirada da obrigatoriedade da máscara, especialmente em locais fechados. Nesse momento, a gente acha importante também manter, pelo menos até o final do mês, para a gente ter um espectro melhor de observação”, afirmou o secretário André Longo.

Pelo menos 15 capitais em todo o Brasil deixaram de exigir a obrigatoriedade de máscaras em espaços abertos. Rio de Janeiro, Natal, Brasília, Florianópolis e Maceió já não pedem uso da máscara nem mesmo em ambientes fechados.

“E se a gente for pensar em tirar as máscaras, elas serão tiradas também com embasamento científico. A gente sabe que isso poderá ser feito de forma evolutiva, sem necessariamente você abolir de uma vez, como alguns fizeram”, declarou André Longo.

O secretário de Saúde também disse que as decisões de flexibilização das medidas de combate à Covid seguem instituições científicas. Especialistas recomendam, inclusive, que alguns grupos de pessoas sigam usando a proteção mesmo em caso de liberação.

“Estamos seguindo as instituições científicas. Basicamente todas elas ainda recomendam a manutenção das máscaras. Nós temos um profundo respeito pela história das doenças respiratórias em Pernambuco, estamos num período de maior ocorrência delas”, disse o secretário.

Fonte: G1.com

#

No responses yet

Deixe uma resposta

Or

O seu endereço de email não será publicado.