A partir desta segunda-feira (14), o Banco Central retomou o sistema que permite a consulta a valores esquecidos em bancos e outras instituições financeiras. Esse sistema é chamado de Sistema de Valores a Receber (SVR), a ferramenta funciona agora no site: valoresareceber.bcb.gov.br e não será possível consultar ou solicitar valores no site principal do BC.

A criação de um novo site se deu após o aumento da demanda de acesso ter provocado pane no portal do Banco Central, em 24 de janeiro deste ano. Esse sistema permite que a população confira se tem dinheiro em contas encerradas com saldo disponível ou devido a tarifas cobradas indevidamente em operações de crédito.

A consulta só poderá ser feita por quem tem conta no Portal Gov.br, que fornece acesso a serviços públicos digitais. O cadastro para ter a conta é gratuito e pode ser feito na área de login do Gov.br ou pelo aplicativo Gov.br, disponível para usuários de dispositivos móveis dos sistemas Android e iOS.

Segundo o  BC, valores esquecidos nos bancos serão devolvidos a partir de 7 de março. Caso o cidadão perca a data informada, deverá recomeçar o processo do zero, repetindo a consulta no site e esperando o sistema informar nova data para o retorno.

Procedimentos

As consultas serão feitas em duas etapas. Na primeira o cidadão fará uma consulta no site valoresareceber.bcb.gov.br é só digitar o CPF ou CNPJ, para verificar se tem ou não quantias esquecidas. Essa etapa dispensa o login do Portal Gov.br e pode ser feita a qualquer momento, a partir de hoje.

Caso haja algum valor a ser sacado, o SVR informa a data para o usuário entrar novamente no sistema. Nessa segunda etapa, será necessário digitar o login da conta do Gov.br para verificar a quantia que têm para receber e transferi-la. Cabe ao cidadão escolher a forma de transferência, que pode ser feita por Pix. Se o usuário não indicar uma chave Pix, a instituição financeira escolhida poderá contatar para fazer a transferência

Evite golpes

Orientações do Banco Central

– O único site para consulta ao SVR e para solicitação de valores é valoresareceber.bcb.gov.br.

– O Banco Central não envia links nem entra em contato com o cidadão para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais.

– Portanto, o cidadão nunca deve clicar em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.

– O cidadão não deve fazer qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores.

– Por fim, uma informação importante: apenas após o cidadão acessar o sistema (ou se já o acessou nos dias 24 e 25/01) e somente no caso de pedir o resgate sem indicar uma chave Pix, a instituição financeira que o cidadão escolheu entrará em contato com ele para realizar a transferência. Mesmo nesse caso bastante específico, essa instituição não pode pedir que o cidadão informe seus dados pessoais nem sua senha.

Fonte: Banco Central

#

No responses yet

Deixe uma resposta

Or

O seu endereço de email não será publicado.