Presidente da FCDL-PE, Eduardo Catão, fez às honras do evento com discurso de abertura.

Nesta quarta-feira (14), a FCDL-PE e as CDLs de Pernambuco participaram de uma reunião com o grupo Mulheres do Brasil para falar sobre o movimento Unidos Pela Vacina. O encontro foi realizado de forma remota, por meio da plataforma Zoom.

Para o Presidente da FCDL-PE, Eduardo Catão, o momento é de união. “Precisamos nos unir neste momento para apoiar a vacina para que todos os pernambucanos e brasileiros possam ser vacinados até o mês de setembro deste ano”, explica. 

O movimento é apartidário e sem interesses comerciais, com o único propósito da preservação da vida das pessoas no combate à pandemia da Covid-19. Todos os 5.570 municípios do Brasil (com exceção de um) já responderam ao questionário enviado pelo Unidos Pela Vacina para participar informando que tipo de apoio precisarão por parte dos empresários do País. 

Segundo Luciana Pimentel, do Grupo Mulheres do Brasil, que lidera e organiza o movimento, Pernambuco foi o primeiro Estado a ser mapeado, com quase 50% dos municípios amadrinhados. “É um orgulho imenso para nós estarmos alinhados ao Unidos Pela Vacina desde o início do projeto”,_revela. 

Juntos somos mais fortes!

Na ocasião, foi disponibilizado um material de planejamento para que, a partir dele, possam ser formados pequenos grupos a serem engajados em tarefas estratégicas com o grande objetivo de preservar a vida das pessoas.

Para Roseane Franco Amorim essa é uma grande oportunidade para fazermos a diferença na história do nosso Estado, citando Luiza Helena Trajano, idealizadora do Unidos Pela Vacina. “A gente não pode apenas ver a banda passar, mas participar de alguma forma. E é o que vamos fazer neste momento, com o foco no atendimento às estruturas públicas para ajustar e fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS), a fim de vacinar todos e todas”, relata.

O evento contou ainda com a presença do empresário Pedro Ivo Moura, do Grupo Moura, para explicar as diretrizes do Unidos Pela Vacina em Pernambuco. “A CDL pode checar com a sua prefeitura quais as necessidades que a cidade apresenta para a partir disso, engajar o comércio na logística da operação. Com a mobilização dos empresários e até mesmo a sociedade, conseguiremos recursos para a compra dos itens a serem supridos, além de voluntários. Trata-se do aceleramento da compra de materiais como geladeira, seringa e etc., voluntariado para aplicação e outros pontos que fazem parte da logística de vacinação. Queremos vacinar um milhão de pessoas por dia“, explica.

Participaram também da reunião os Presidentes das CDLs de Pernambuco e representantes da Fundação de Amparo a Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE). Agora é com a gente! Juntos somos mais fortes!

#

No responses yet

Deixe uma resposta

Or

O seu endereço de email não será publicado.