Carnaval deve aumentar fluxo de vendas no comércio de todo o Estado. Foto: Guga Matos/Reprodução

É fevereiro chegar que o estado já começa a sentir o clima do carnaval. Várias cidades pernambucanas são cenário para a folia de momo, que atrai centenas de milhares de turistas de todo os cantos do Brasil e do mundo. Diante da importância da data em Pernambuco, o comércio sente a repercussão direta e indiretamente: as vendas durante o período devem crescer cerca de 4,5% em relação ao ano passado, de acordo com pesquisa feita pela FCDL-PE.

De acordo com o levantamento, os setores que devem ter melhor desempenho nas vendas são o de supermercado, com a venda de bebidas e comidas, seguidos pelo de vestuário. Lojas de adereços, bijuterias e calçados também devem registrar crescimento nas vendas.

Em Bezerros, cidade do interior pernambucano conhecida pela tradicional festa dos Papangus, a expectativa é que os oito dias de festa na cidade atraia muitos turistas que aqueçam a economia local. “A expectativa para o carnaval é a melhor possível. Já estamos com 70% das acomodações nas pousadas reservadas, o comércio vendendo bastante artigos carnavalescos e as oficinas e ateliês faturando bastante com artigos de artesanato local”, comenta André Silva, presidente da CDL da cidade.

Para quem foge da folia e do frevo, a cidade de Gravatá é uma boa pedida. Este ano será realizada a quinta edição do Festival de Jazz de Gravatá, evento que já está consolidado na agenda do estado. Os shows que acontecem no período de carnaval, atraem turistas de todo o estado. 

“O festival está se tornando um grande atrativo para o município. O fluxo maior de turistas que vêm para Gravatá ou para cidades vizinhas como Bezerros faz com que haja um aumento nas demandas da cidade durante esse período. Com isso, são gerarados muitos empregos que impactam direta e indiretamente no comércio local, que deve crescer cerca de 6% esse ano durante o carnaval”, comenta Maria Valéria, presidente da CDL Gravatá. 

Potência econômica

De acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), este ano o Carnaval de Pernambuco deve ser responsável por um faturamento de cerca de R$ 457,8 milhões. A festa de momo do estado foi elencada como o quinto maior faturamento do país com uma cifra em torno de R$ 381,9 milhões. O estado ficou atrás de Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Minas Gerais.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *