O primeiro dia de palestras da 26ª Convenção do Comércio Lojista de Pernambuco começou a todo vapor. A programação desta sexta-feira (27) foi voltada para as tendências do varejo, pensando principalmente nas oportunidades para levar a melhor experiência de consumo no mundo 4.0.

O primeiro a palestrar foi o diretor da TOTVS Eloi Prado, que falou sobre o Varejo e Consumidor 4.0. Em sua fala, Eloi expôs a importância de como melhorar a forma do cliente se relacionar com a empresa e como a tecnologia está envolvida nesse processo.

“O varejo precisa de tecnologia, mas também tem que ter a atenção ao cliente, o cuidado humanizado. Por isso o varejo precisa estar sempre experimentando novos modelos, estratégias e inovações nas lojas para continuar crescendo”, afirmou.

Eloi também abordou tendências que estão em alta com o varejo 4.0. A primeira foi o “Varejo unificado”, que presa pela experiência contínua entre o comércio online e físico. Logo depois falou sobre automação, que vai de uma digitação manual ao uso de robôs. “A primeira coisa quando falam em automação eh que as pessoas vão perder seus empregos. Eu gosto de pensar na automação como uma forma de liberar o ser-humano para ser de fato humano, para que não precisem trabalhar como robôs. Assim, as pessoas poderiam trabalhar em coisas que seriam muito mais agregadoras para a empresa”, disse.

O diretor da TOTVS encerrou falando sobre a importância da tomada de decisões baseadas em dados e sobre a era da experiência, que visa engajar o cliente em todos os canais, proporcionando experiência que fidelize. “Na loja física a gente ‘combate’ o digital com experiência. Com calor humano”, assegurou.

Logo depois, o também diretor da TOTV Vitor Freitas subiu ao palco para ministrar seu workshop com casos práticos sobre como criar experiências sensoriais para os clientes. “Pelos números de dados que nós temos vemos que o ecommerce acaba atraindo a população. E até quando o cliente vai na loja física ele já foi impactado por alguma informação online, que o fez tomar a decisão de ir à loja física apenas formalizar a compra. E é na camada da experiência que o varejo físico vai conseguir fisgar o cliente, entregar contato humano e experiências diferenciadas”, afirmou Freitas.

Vitor apresentou também cases simples que transformaram uma experiência ruim em um momento positivo que atraiu o cliente, a exemplo do jogo da Google que aparece no navegador quando há problemas de conexão

Fechando a manhã, o fundador do grupo Facottur Klennio Adam ministrou a palestra “Pensamento exponencial – como desenvolver mentlidades que transformem empresas em organizações de sucesso no futuro”. Conversando com as apresentações anteriores, Klennio trouxe um momento de interação com o público conversando sobre a realidade dos empreendimentos, as expectativas para o futuro e a importância da mudança de mentalidade para dar a guinada nesses negócios.

Confira mais da convenção estadual

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *