A palavra procrastinação pode ser difícil pronunciar para alguns e se livrar dela pode ser ainda mais, atrapalhando tanto a vida pessoal quanto profissional das pessoas. Foi por isso que a CDL Cabo decidiu usar o assunto como tema para a quinta edição do CDL Talk – “Fazer é poder”, realizado nesta terça-feira (26).

A palestra foi ministrada pelo jornalista Diego Pérez, que mostrou ao público motivos que levam as pessoas a procrastinar, como preguiça, falta de propósito e falta de foco que faz com que se deixe de enxergar as prioridades. “É fácil ceder à procrastinação porque é algo constante, são atitudes diárias que lhe levam a isso. Mas cada situação na vida você pode ter dois caminho: o de apenas pensar em fazer ou o de realizar”, comenta Diego.

O deixar para fazer depois é algo que pode afetar pessoas de qualquer faixa etária. “Eu acho que ao longo do tempo muitas pessoas já deixaram de realizar projetos, por isso que não considero que esse problema seja a marca de uma geração. Claro que adventos da modernidade acabam interferindo, mas na mesma forma eles também podem ser seu aliado”, afirma.

Diego compartilhou suas histórias e também apresentou aos presentes possíveis meios para se contornar o problema da procrastinação. Dividir grandes problemas em etapas menores, focar em ações que lhe deem prazer, compartilhar desafios e se adaptar às adversidades foram alguns dos pontos levantados. “O ser humano é um só, não acho que haja a separação do individual e o profissional. É claro que a sua postura, a forma que você foi educado, as pessoas que lhe cercam lhe habituam a certos tipos de comportamento. E por isso você é levado a reproduzir antigas atitudes que te levam a não agir”, explica Pérez.

O workshop também foi focado em escutar histórias de quem tava presente, que compartilharam seus problemas de procrastinação, como foi o caso da empresária Isabel Moura. “Pra mim foi bem impactante porque quando a gente procura uma palestra, buscamos uma conexão e comigo aconteceu isso. Infelizmente sempre tem alguma coisa que a gente deixa pra lá, que acha que não tá bom, mas depois conserta. Acho que é preciso essa tomada de consciência e pra mim a palestra foi um divisor de águas”, pontuou.

Fazer é poder

Para a presidente da CDL Cabo, o evento cumpriu seu objetivo e foi de grande proveito pra quem esteve presente. “Pra mim foi motivador. Muitas vezes quando vamos para eventos como este de hoje, os temas já são de nosso conhecimento, mas não são praticados. A partir daí temos a oportunidade de zerar a conta e decidir fazer diferente a partir de agora. As dicas passadas hoje foram muitos reais e que poderemos colocar logo em prática”, afirmou.

#

No responses yet

Deixe uma resposta

Or

O seu endereço de email não será publicado.