Representantes de entidades do setor de comércio e serviços estiveram hoje (7) com o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, para defender a votação dos destaques e emendas à proposta de Lei do Cadastro Positivo. O texto já foi aprovado em Comissão na Câmara Federal e está na pauta do Plenário da Casa. Após ser apreciado pelos deputados, segue para o Senado e depois para sanção presidencial.

O presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro, e o vice-presidente da CNDL, Ivan Tauffer, participaram da audiência. Na ocasião, um manifesto pedindo celeridade no andamento da matéria foi entregue ao ministro Marun. “O Brasil precisa de ferramenta para trabalhar. Precisamos utilizar o crédito como alavanca para o país retomar o crescimento econômico, e o Cadastro Positivo ajuda nesse aspecto”, destacou Pellizzaro.

“O cadastro positivo precisa ser aprovado para reduzir as taxas de juros e valorizar o cidadão que paga as contas em dia. Hoje nivelamos todos os cidadãos da mesma forma. Isso prejudica os bons pagadores que merecem um crédito melhor e serão valorizados pela atitude de pagar as contas em dia. É a forma de diferenciar o bom pagador do mau pagador”, complementou Tauffer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *