No dia 10 de junho de 1984 a cidade de Timbaúba ganhava a sua Câmara de Dirigentes Lojistas, fundada com iniciativa de João Guilherme Coutinho de Moura, que veio a se tornar também o primeiro presidente da entidade. Ao longo desses 34 anos, dez presidentes comandaram a entidade.

Com a criação da CDL, a cidade ganhou uma instituição representativa do comércio que tem como o principal parceiro o Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). “A cidade de Timbaúba tem como sua principal atividade econômica o comércio. Logo, quando uma cidade conta com uma CDL forte, ela automaticamente tem um poder desenvolvimento maior”, afirma a presidente Edileuza Pedrosa.

Em 2002, no final da gestão de João Arruda, a CDL Timbaúba ganhou a primeira representante feminina na direção, Eunice Epaminondas. No mesmo ano, quem assume a presidência é Risalva Brandão. Já a atual presidente, Edileuza Pedrosa, assume sua primeira gestão no triênio 2004/2006 e volta ao cargo em 2010.

A presença de mulheres na CDL Timbaúba se tornou uma marca para a entidade. Com 15 mulheres entre funcionárias, diretoras e presidente, atualmente, ela é uma das duas CDLs do Brasil composta apenas por mulheres no seu quadro de funcionários. “Eu percebo que as mulheres têm mais ideias, compartilham mais propostas. E nós ainda conseguimos chegar a um denominador comum mais rápido”, opina Edileuza.

Contando hoje com 103 associados, um dos maiores desafios da entidade é unir os lojistas da cidade. “Unir o comércio e fazer com que o comerciante chegue junto da CDL é um grande obstáculo a ser superado. É um trabalho contínuo para que valorizem a entidade e com isso fazer com que o comércio se desenvolva, se tornando cada vez mais competitivo e próspero”, afirma Pedrosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *