As entidades que representam o setor econômico de Santa Cruz do Capibaribe divulgaram nesta terça-feira (17) uma nota de repúdio devido à má conservação da PE-160, localizada no município.

De acordo com o presidente da Câmara de Dirigente Lojista da cidade, Bruno Bezerra, a rodovia já apresenta os buracos há pelo menos um ano. “É um problema recorrente. Fazem paliativos, como o tapa-buraco que resolvem momentaneamente. Mas o fluxo na estrada é muito grande, temos épocas que chegamos a receber entre 100 mil  e 150 mil pessoas. A estrada não aguenta”, explica.

A má conservação da estrada também traz prejuízos diretos e indiretos. Acidentes e engarrafamentos são constantemente registrados. “Um dos maiores problemas é a perda de tempo. Um trajeto que você poderia levar entre 5 e 10 min acaba levando muito mais porque o trânsito fica muito lento. Carros e ônibus quebram, e ai vai mais prejuízo.”, comenta Bruno Bezerra.

“Nós precisamos de infraestrutura adequada para gerar renda para os comerciantes que irão pagar impostos para o próprio governo. Infelizmente, ficamos a mercê do poder público”, afirma Bezerra.

Confira nota na íntegra:

As entidades que representam o setor econômico de Santa Cruz do Capibaribe vêm a público repudiar a atual situação do trecho urbano da PE-160. Além das inúmeras dificuldades impostas pela atual situação econômica que assola o país e desestimula a atividade empreendedora, a falta de manutenção no perímetro urbano da PE-160 em Santa Cruz do Capibaribe, um problema que se arrasta há anos, chegou a um ponto insuportável.

Milhares de pequenos, médios e grandes negócios estão sendo prejudicados, sobretudo as pequenas fábricas de confecções espalhadas por 54 municípios, que escoam a produção para compradores de todo o Brasil, através das feiras semanais do Moda Center Santa Cruz e Calçadão.

As entidades que contribuem e sempre somaram esforços para promover o real desenvolvimento do agreste pernambucano estão aqui unidas com a legitimidade necessária para cobrar do Governo do Estado de Pernambuco providências urgentes no sentido de resolver essa lamentável situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *